27 fevereiro 2011

Tal PAI, tal FILHA.

Fonte:esportecurimata.blogspot.com


ADILSON MARCOS NASCIMENTO DA CRUZ (50), conhecido como MANAH, natural de Pirassununga, é filho do saudoso Nivaldo Nascimento da Cruz e da dinâmica Maria Aparecida Felício, que por 34 anos foi chefe administrativa da Casa de Caça e Pesca, Armas e Munições, na Rua XV de Novembro, centro.
Morou na Av. Newton Prado, nas imediações da Escola Dr. Jacinto Vieira de Moraes, onde cursou o primário. Com 14 anos começou a trabalhar nos escritórios da cidade como Office boy, depois ingressou na antiga CESP, hoje ELEKTRO, na qual veio a ganhar seu justo e merecido descanso remunerado.
Casou-se com a amada Sueli Valdete com quem teve as cultas e promissoras filhas: Aline, Aliane e Anelise.
Palmeirense convicto, habilidoso 4º Zagueiro, e às vezes Central. Começou sua carreira no SEIS DE AGOSTO FC, do famoso Técnico “Miguelão”, período do qual guarda saudades dos campeonatos infantil e juvenil que disputou. Relembra que era uma equipe humilde, não possuía craques, mas tinha amor à camisa e respeito ao Técnico, que não os deixava um final de semana sequer sem jogar, pelos campeonatos ou amistosos, aqui ou em outras cidades. Bons tempos aqueles...!
Manah jogou no América Paes FC, 7 de Setembro FC, Ramalho FC, Vila Brasil, Ascobar, CESP, Cachoeira de Emas, Vila Izabel de Leme, Oficina Líder, Vila Pinheiro, Banco do Brasil, Ferrari entre outros.
Dentre os títulos, medalhas e troféus conquistados, recorda o de campeão da Copa Energia pela CESP - ELEKTRO.
Sente saudade dos Torneios Inícios, que hoje não existem mais, onde todas as equipes se apresentavam com seus uniformes novos. Era a apresentação oficial das equipes. Era muito legal.
Jogou Futsal, e graças ao seu porte físico, também praticou atletismo. Atualmente joga no Veterano do Fino da Bola.
Sonha com o fim da violência que assola a nossa sociedade. Como mensagem, pede aos pais que acompanhem os filhos nos estudos, nos esportes e na vida social, dignificando assim a família como célula mater da sociedade. O que realmente vale no esporte, finaliza, são os amigos e companheiros que ficam perpetuados em nossas vidas.

3 comentários:

Ane disse...

Vai brincando!!!!
Tal Pai , tal filha mesmo!!!
Gostei daquela parte: " Promissoras filhas" hahahah

Bjoo manaaa...
ficou bem legal aqui no seu blog.
Boa semana!

Aliane Cruz disse...

Também achei bem legal..."cultas e promissoras filhas", rsrs...bem montado a matéria...

A ultima frase então, falou e disse pai...

Fala para mãe não ficar com ciumes...rsrs

Beijos.

Joka disse...

Irado !!!!!

Postar um comentário